21 de fevereiro de 2017

Rio: Assim começou a guerra pelo domínio da Cidade Alta


Ladrões vem praticando assalto nos bairros de Rio das Ostras (vídeo)

CÂMERA EM FOCO CANAL 1

Jiboia é capturada após "passear" no bairro Âncora em Rio das Ostras ( vídeo do Cidade 24H)


'Deu no Cidade 24H': Homem é morto a tiros dentro de carro em Rio das Ostras

Um homem foi morto no inicio da tarde desta sexta-feira (17), no bairro Jardim Atlântico, em Rio das Ostras. Segundo informações da Polícia Civil, a vítima, não identificada, tinha aproximadamente 45 anos, era cigano, residia atualmente no município de Carapebus e foi morto enquanto vendia roupas dentro do carro.
Ainda de acordo com a Civil, nenhum suspeito foi encontrado. O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) de Macaé, e o crime está sendo investigado na 128ª Delegacia de Polícia de Rio das Ostras.

Operação Tapa Buraco agiliza fluxo de veículos entre Rio das Ostras-Macaé

Cerca de 6 Km da Rodovia RJ 106 serão contemplados com massa asfáltica numa ação conjunta entre DER e Prefeitura

Uma parceria entre a Prefeitura de Rio das Ostras e o Departamento de Estrada e Rodagem – DER trouxe para o município uma Operação Tapa Buraco com aplicação de massa asfáltica, que vai contemplar cerca de 6 Km na Rodovia Amaral Peixoto (RJ 106). A ação, que começou nessa segunda-feira, dia 20, está sendo realizada no trecho entre o Cemitério Nossa Senhora da Aparecida, no Âncora; e vai até a divisa com Macaé, na entrada da Zona Especial de Negócios.

Uma das maiores reclamações dos motoristas que trafegam pela rodovia Amaral Peixoto é o excesso de buracos na pista. Com isso, a velocidade dos veículos diminuí, deixando o percurso mais demorado e aumentando o número de acidentes.

“É um pedido antigo da população. Temos muitas pessoas que trabalham em Macaé e que passam na RJ 106 todos os dias. Buracos se tornam um risco constante para os motoristas que dirigem na rodovia. Estamos trabalhando para minimizar esse problema para que o risco de acidente seja reduzido”, conta Nilton Teixeira, secretário de Manutenção de Infraestrutura Urbana e Obras Públicas.

Os motoristas elogiam a iniciativa. “Passo aqui quase todos os dias para trabalhar e sempre fico apreensiva com tanto buraco. Já furei meu pneu três vezes caindo nestas crateras. Agora ficarei mais segura”, disse a professora Maria Helena Minganno.

Funcionários que atendem à Secretaria de Obras de Rio das Ostras estão limpando o trecho da Rodovia que tem buracos, enquanto outra equipe injeta a Base Preparativa, uma espécie de cola que fixa o novo asfalto ao antigo. A equipe do DER, que traz a massa asfáltica, distribui o produto após a fixação da Base.

“Já vi muitos acidentes de moto por aqui, inclusive com vítimas fatais. É muito comum ver carros no acostamento por furos no pneu após cair em buracos. Isto acaba congestionando ainda mais o trânsito. E não temos uma via alternativa. Acredito que esta operação Tapa Buraco melhorará bastante”, contou o motorista Wesley dos Santos.

A ação ocorrerá durante a semana. A Prefeitura solicita a atenção e colaboração dos motoristas no trecho da operação para que diminuam a velocidade dos veículos e, com isso evitem acidentes.

Banco de Empregos de Rio das Ostras oferece 33 oportunidades

Vagas são para ambos os sexos e todos
níveis de  escolaridade


O Banco de Empregos da Prefeitura de Rio das Ostras atualmente oferece vagas de empregos em diversas áreas. As oportunidades são para ambos os sexos e todos os níveis de escolaridade. 

Nesta segunda-feira, dia 20 de fevereiro, o Banco de Empregos está disponibilizando 33 oportunidades para os moradores. Há vagas para professor de Educação Física (3), técnico de refrigeração (2), corretor de imóveis (1), cozinheira (1), fonoaudiólogo (1), manicure (1), nutricionista (1), professor de Inglês (1), dentre outras.


DOCUMENTOS - 
O Banco de Empregos de Rio das Ostras funciona na sala 5 do Centro de Cidadania, na Rua das Casuarinas, 595, no  Âncora.  O atendimento é realizado de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas.

Os interessados devem levar os seguintes documentos: carteira de trabalho, CPF, identidade, comprovante de residência, currículo digitado (impresso), PIS/PASESP ou Cartão Cidadão (caso tenha) e certificado de reservista ou certificado de desobrigação (sexo masculino).

A relação de vagas também pode ser consultada no portal da Prefeitura, no endereço 

Projeto Novo Olhar beneficia 700 pessoas em Rio das Ostras

Evento da Fundação Leão XIII, que atende pessoas com mais de 40 anos, volta ao município em abril


A quadra do Colégio Municipal Professora América Abdalla lotou na manhã deste domingo, dia 19, com a população de mais de 40 anos que foi beneficiada pelo Projeto Novo Olhar, da Fundação Leão XIII. Ao todo, 700 pessoas foram atendidas gratuitamente com a realização de exames de vista e doação de óculos.

De acordo com a coordenadora da Fundação Leão XIII, Roberta Dallavia, o evento superou todas as expectativas. “Foi surpreendente o número de pessoas que vieram para ser atendidas. A Prefeitura está de parabéns pelo trabalho de divulgação realizado. No ano passado, trouxemos o projeto para Rio das Ostras e só atendemos cerca de 300 pessoas. Dessa vez íamos fazer apenas 400 atendimentos, mas, devido a grande procura da população, aumentamos, com autorização do secretário estadual de Assistência Social e Direitos Humanos, para 700 pessoas atendidas. Gostaria de agradecer também a toda equipe da Prefeitura de Rio das Ostras pelo apoio nessa ação”, disse.

O prefeito Carlos Augusto, que acompanhou a ação, ressaltou a importância da parceria com a Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos e agradeceu o empenho de todos os servidores municipais que contribuíram para que o evento fosse um sucesso. “Este é um evento que me deixa muito feliz porque, graças a parceria com o Governo do Estado, temos a oportunidade de ajudar um grande número pessoas a fazer exames gratuitos de vista e ainda beneficiá-los com a doação de óculos pela Fundação Leão XIII. Já conseguimos que o Projeto Novo Olhar venha novamente a Rio das Ostras, no próximo mês de abril, para que possamos ajudar a um número ainda maior de riostrenses”, declarou.

A secretária de Bem-Estar Social de Rio das Ostras, Elizabeth Bousquet, destacou o trabalho e a organização de toda a equipe. “Tudo correu bem graças ao empenho de todos os servidores que se dispuseram a ajudar na realização dessa ação, que superou todas as nossas expectativas”, informou.

Na opinião de Helena Fátima Silva, moradora do Jardim Mariléa, a Prefeitura e a Fundação Leão XIII estão de parabéns pela realização do evento. “Estou gostando muito desta oportunidade de fazer o exame de vista gratuito e ainda conseguir os óculos de graça. Esse projeto beneficia muitas pessoas que não têm condições de pagar um oftalmologista”, esclareceu.

Inácio de Moura Cabral, morador da localidade Reduto da Paz, também elogiou muito o Projeto Novo Olhar. “Eu não estava enxergando muito bem de perto e vi que essa era uma oportunidade de fazer o exame e conseguir os óculos de graça. Todos estão de parabéns por essa iniciativa, que ajuda muito a população”, contou.https://ssl.gstatic.com/ui/v1/icons/mail/images/cleardot.gif

Rio: Luiz Alfredo Salomão será o novo presidente do Previ-Rio

Resultado de imagem para Luiz Alfredo SalomãoO engenheiro e ex-deputado federal Luiz Alfredo Salomão vai assumir a presidência do Previ-Rio, responsável pelos pagamentos dos servidores inativos da Prefeitura do Rio.
Especialista em políticas públicas, ele será nomeado no início de março.
O ex-deputado já passou pelo PDT, PT, PR e, nas últimas eleições, foi candidato a vereador do Rio pelo PSB.
Salomão também comandou a equipe de transição do prefeito Marcelo Crivella (PRB).

Ex-subchefe da Polícia Civil acusado de desviar armas é absolvido pela Justiça

O ex-subchefe da Polícia Civil Carlos Antônio Luiz de Oliveira foi absolvido em primeira instância da acusação de vender armas apreendidas. O réu havia sido preso pela Operação Guilhotina, em 2011, da Polícia Federal, em conjunto a Secretaria de Segurança e o Ministério Público do Estado. Ele foi denunciado pelos crimes de peculato, formação de quadrilha e comércio ilegal de armas de fogo, mas não foi condenado em nenhum deles.
Na sentença, o juiz Marcelo Oliveira da Silva, da 32ª Vara Criminal da Capital, afirmou que não há provas de que ele tenha realizado qualquer venda ou mesmo mantido armamentos em suas residências que fossem incompatíveis com suas funções. Ele respondia o processo em liberdade.
Quando foi preso, o delegado Carlos Antônio Luiz de Oliveira, que já havia sido titular da Delegacia de Repressão a Armas e Explosivos, era subsecretário de Operações da Secretaria Especial da Ordem Pública.
As investigações haviam identificado quatro grupos de policiais que exploraram o “espólio de guerra”, nome dado às armas, drogas, dinheiro e bens resultantes das operações policiais. Eles eram acusados de vender armas apreendidas para os próprios traficantes, informações sobre operações policiais, para permitir a fuga dos bandidos e também envolvimento com grupos de milicianos.
De 10 pessoas acusadas de comércio ilegal de armas, apenas o cabo da PM Aldo Leonardo Premoli foi condenado. Uma escuta telefônica o flagrou confessando o crime. Ele foi condenado a 10 anos no regime fechado. Já o policial civil Stanlei Couto Fernandes foi condenado por porte de três granadas e farta quantidade de munições de grosso calibre (fuzil), mas não foi comprovado que ele vendia os armamentos. Sua pena ficou em cinco anos e ele poderá responder em regime aberto.
Já os réus Christiano Gaspar Fernandes, Giovanni Gaspar Fernandes, Carlos Antônio Luiz de Oliveira, Marcos Antônio De Carvalho, Roberto Luís Dias de Oliveira, Paulo Araújo Costa, Nilber Vinícius da Silva dos Santos e Carlos Teixeira foram absolvidos por, segundo o juiz, "não há provas de que tenham realizado qualquer venda ou mesmo mantido armamentos em suas residências que fossem incompatíveis com suas funções".
À época, a participação da PF se deu, segundo o então secretário de Segurança José Mariano Beltrame pela necessidade de isenção e distanciamento dos investigados, quase todos ligados ou a Polícia Civil ou à Polícia Militar.
A investigação que deu origem à Operação Guilhotina começou em setembro de 2009, quando a Polícia Federal montou uma operação para prender o traficante Rogério Rios Mosqueira, o Roupinol, na favela da Rocinha, na Zona Sul do Rio. O bandido, no entanto, conseguiu escapar com informações repassadas por informantes que mantinha na polícia. Mas a polícia conseguiu prender em um informante que, supostamente, ajudaria a polícia a investigar os traficantes.
A partir desse depoimento foram levantadas conexões de policiais com bandidos da Rocinha e do Complexo de São Carlos.


Leia mais: http://extra.globo.com/casos-de-policia/ex-subchefe-da-policia-civil-acusado-de-desviar-armas-absolvido-pela-justica-20956023.html#ixzz4ZIeglzFU

Colírio: Alexandra Richter

Resultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra RichterResultado de imagem para Alexandra Richter

20 de fevereiro de 2017

'Deu no Cidade 24H': Rio das Ostras: Tiros na Orla de Costazul deixam um morto e dois feridos na madrugada de domingo

Um homem de 41 anos morreu e duas pessoas ficaram feridas após serem baleadas na madrugada de domingo (19), em Rio das Ostras. Segundo informações da Polícia Civil, o caso aconteceu por volta das 4h em frente a um famoso pub localizado na Orla do bairro Costazul. A vítima identificada como Vanderley José Monteiro foi baleado na cabeça e morreu após ser atendido no Pronto Socorro Municipal. Ele morava no bairro Nova Esperança, e era natural de Porciúncula, Interior do Rio. Os outros baleados também foram levados para a unidade de saúde, mas já receberam alta médica.
Segundo o relato de um dos sobreviventes, o suspeito chegou ao local efetuando diversos disparos de arma de fogo, um dos tiros atingiu sua perna.
“Eu estava em frente ao bar com alguns amigos, quando ouvi os disparos, no momento houve muita gritaria e correria, todos ficaram desesperados. Na verdade ninguém entendeu nada, não sabíamos quem o criminoso queria atingir”. Conta uma das vítimas de bala perdida.  
Populares no local informaram aos policiais que o suspeito do crime estava com uma camisa listrada e boné, acompanhado por um homem negro de camisa preta.
INVESTIGAÇÕES
A Polícia Civil procurou por imagens de câmeras de estabelecimentos, mas a câmera mais próxima, do famoso pub que fica em frente ao local onde aconteceu o crime, estava desligada. A Delegada responsável pela investigação disse que ainda é cedo para divulgar mais detalhes, e que as investigações ainda estão no inicio. O caso foi registrado na 128ª DP (Rio das Ostras), como tentativa de homicídio.
VIOLÊNCIA NA ORLA
Em Janeiro, outro caso, no mesmo local, assustou populares que estavam na Orla de Costazul, na época dois homens, foram presos efetuando vários disparos de arma de fogo na Avenida Costazul. A PM fazia patrulhamento quando ouviu diversos tiros e notou muitas pessoas correndo na avenida e observou que os disparos foram efetuados por homens que estavam em um carro de cor cinza, Honda Civic, com placa de Cachoeiro do Itapemirim, Espírito Santo.
Segundo a ocorrência, ao perceberem a presença dos policiais os suspeitos ainda tentaram fugir, mas não conseguiram. Durante revista policial no interior do veículo, foi encontrada uma pistola Calibre 380 com 11 munições intactas. Os homens foram levados para a 128ª Delegacia de Polícia de Rio das Ostras, onde foram autuados e presos.
Cidade 24H

Quatro são detidos com drogas após tiroteio em Casimiro de Abreu

Troca de tiros foi no domingo em Casimiro de Abreu (Foto: Polícia Militar/Divulgação)Quatro jovens, dois com 16, um com 17 e outro com 18 anos, foram detidos com cocaína e maconha após troca de tiros com a Polícia Militar na noite de domingo (19) na área rural de Casimiro de Abreu. De acordo com a PM, houve intenso tiroteio entre um grupo de seis homens e os agentes; dois conseguiram fugir. Os militares informaram que encontraram 347g de maconha e 643g de cocaína dentro de três mochilas com os suspeitos. Ninguém se feriu.
Segundo o 32º Batalhão, a ação aconteceu na mata do bairro Perimetral Leste após informações de que homens estariam vendendo drogas e portando armas no local. Os jovens e o material foram levados para a 121ª Delegacia de Polícia.

Novo Pier reformado da Praia do Centro de Rio das Ostras ( vídeo)


Rio das Ostras está entre os municípios com número mais alto de roubo de cargas no RJ, diz Firjan


De 2011 a 2016, foram registrados 3.696 casos de roubo de cargas, um crescimento de 86,9%Nos municípios de Araruama, Armação de Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Itaboraí, Maricá, Niterói, Rio Bonito, Rio das Ostras, São Gonçalo, São Pedro da Aldeia, Saquarema, Silva Jardim e Tanguá, atendidos pela Representação Regional da Firjan/Cirj Leste Fluminense, de 2011 a 2016, foram registrados 3.696 casos de roubo de cargas, que reflete um crescimento de 86,9% nos últimos seis anos, de acordo com o estudo “O impacto econômico do roubo de cargas no estado do Rio de Janeiro”, divulgado pelo Sistema Firjan. O documento revela também que, em todo o estado do Rio, foram apontados 9.862 casos de roubo de cargas somente ano passado, o terceiro recorde consecutivo em 25 anos, com um prejuízo de R$ 619 milhões.
Das 139 delegacias da Polícia Civil no estado, 12 concentram mais da metade das ocorrências. O Sistema Firjan ressalta que estes locais ficam no entorno das principais rodovias (Avenida Brasil, BR-040, BR-101-Norte e BR-116) e possuem trechos dominados pelo crime organizado, notadamente o tráfico de drogas.
De 2011 a 2016, foram mais de 33,2 mil ocorrências - uma a cada 1h35.

http://www.osaogoncalo.com.br/regiao-dos-lagos/22178/estudo-da-firjan-aponta-que-roubo-de-cargas-cresceu-869-em-seis-anos

Homens são detidos após roubo de celular em Barra de São João

Resultado de imagem para algemadosDois homens foram detidos após roubarem um celular no distrito de Barra de São João, em Casimiro de Abreu, na tarde deste sábado (18). Segundo a Polícia Militar, eles estavam em uma motocicleta quando abordaram uma vítima próximo ao Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do distrito. 
A PM foi acionada após uma denúncia anônima e conseguiu deter os suspeitos. O celular da vítima foi recuperado. Os homens foram levados para a 128ª DP de Rio das Ostras. 

Projeto Novo Olhar em Rio das Ostras foi tudo de bom

A imagem pode conter: 2 pessoas, câmeraA manhã de domingo, 19, foi bem movimentada no Colégio Professora América Abdalla. 700 pessoas foram beneficiadas pelo Projeto Novo Olhar, da Fundação Leão XIII, com a realização de exame de vista e doação de óculos à população com mais de 40 anos. Este projeto é muito importante para nossos munícipes que têm dificuldades na visão porque eles passam a ter uma grande oportunidade de enxergar melhor.

Rio das Ostras: Prefeito acompanha ação social na cidade

A imagem pode conter: 9 pessoas, pessoas sorrindoTive a oportunidade de acompanhar a realização do Projeto Novo Olhar, da Fundação Leão XIII, que aconteceu no Colégio América Abdalla. A ação, que oferece exame de vista e óculos gratuitamente à população com mais de 40 anos, iria atender 400 pessoas, mas devido a grande procura conseguimos beneficiar 700.
Gostaria de agradecer parceria da Secretaria Estadual de Assistência Social e Direitos Humanos e da Fundação Leão XIII, especialmente ao secretário Pedro Fernandes e a coordenadora Roberta Dallavia, e a toda equipe e servidores da prefeitura pelo excelente trabalho realizado. O Projeto volta a Rio das Ostras em abril para beneficiar mais pessoas da nossa população.
Forte abraço a todos!

Viviane Araujo comemora 10 anos no Salgueiro

Abram alas, que a Rainha das Rainhas pede passagem. Viviane Araujo esquenta os tamborins para comemorar dez anos à frente da bateria do Salgueiro, no próximo domingo, com a elegância típica dos nobres. Mas a também intérprete da Edith de “Rock story” prefere calçar as sandálias da humildade às vésperas de pisar na Marquês de Sapucaí, palco sagrado da folia carioca, pela 22ª vez consecutiva.
— Só me sinto rainha dentro da minha casa, com o meu marido (o jogador de futebol Radamés), minha família e meus amigos. Meu palácio é a minha casa, meu reino está nas coisas simples, nas pessoas que me apoiam e estão sempre ao meu lado. Fico feliz em saber o quanto sou amada, admirada e respeitada pelas pessoas dentro e fora do mundo do samba, mas não me sinto a Rainha das Rainhas. É claro que, na Avenida, eu me sinto poderosa. É bom ouvir os homens exclamarem “Uau!” quando eu passo, mas me toca muito mais ver uma senhora chorando, emocionada diante da minha presença — conta a estrela da Vermelho e Branco da Tijuca, que levará para o Sambódromo o enredo “A divina comédia do carnaval”.
A paixão pelo carnaval e as muitas emoções envolvidas no desfile não permitem que a atriz de 41 anos pense em se aposentar do posto mais cobiçado do carnaval tão cedo.
—Tenho muito claro para mim que um dia eu vou parar, mas o carnaval nunca vai sair de mim. Não sei quando vou me despedir do posto de rainha, mas tenho certeza de que este será um momento bem triste. Só de falar nisso me dá vontade de chorar — afirma a beldade, com os olhos marejados.
Viviane Araujo se sente uma rainha quando está na companhia do marido, Radamés
Viviane Araujo se sente uma rainha quando está na companhia do marido, Radamés Foto: Marcelo Theobald / Extra - Canal Extra
Preparada para passar o bastão, Viviane não está. Mas o amor pela arte pode fazê-la reconsiderar a ideia de entregar a coroa, ainda que provisoriamente.
— Se eu precisar estar fora do Rio num período de carnaval para gravar uma novela, deixo de desfilar. Minha profissão está em primeiro lugar. Mas tentaria negociar com o Salgueiro, pedir para ir ali e depois voltar — brinca, fazendo mistério sobre a fantasia, assinada por Guilherme Alves, que usará domingo que vem: — É segredo absoluto!
Nem eventuais críticas sobre a escolha de suas fantasias abalam Viviane. No ano passado, houve reação negativa quando ela surgiu vestida de malandro à frente da bateria da Vermelho e Branco da Tijuca. No último dia 5, durante o ensaio técnico da escola de samba, a atriz arrasou caracterizada de diabinha, mas não escapou dos comentários dos que prefeririam vê-la vestida de anjinha.
— Não vejo nada demais em estar vestida assim. É só uma fantasia de carnaval! Nunca desfilei incorporada, como já chegaram a falar. Nada vai me trazer carga negativa, simplesmente porque não quero isso para mim. Isso aí não me pega. Tenho a minha crença e sempre peço proteção — conta a também rainha de bateria da Mancha Verde, de São Paulo, complementando: — Sou católica, mas acredito muito nos orixás e gosto da umbanda.
Viviane Araujo reina na Sapucaí há 22 anos
Viviane Araujo reina na Sapucaí há 22 anos Foto: Marcelo Theobald
É sob as bênçãos de um padre que a musa espera viver outro dia de rainha, antes de o carnaval de 2018 chegar.
— Este ano, o casamento sai. Quero casar na igreja, com uma cerimônia bem tradicional, com vestido de noiva clássico, véu e grinalda. Com certeza, vai ser um dia especial, de rainha. A gente ia fazer no ano passado, mas veio a novela, deu um bololô, então adiamos. Não pensei ainda em que mês vai ser, mas tem que ficar para o fim do ano por causa das férias do Radamés (o jogador está morando em Varginha, Minas Gerais, onde defende o time do Boa Esporte) — explica.
O pedido de casamento, feito de surpresa no palco do “Domingão do Faustão” em dezembro de 2015, dias depois de a atriz vencer o quadro “Dança dos famosos”, fez do apresentador uma espécie de padrinho do casal, já que Fausto Silva anunciou a intenção de produzir a festa e exibi-la na TV. Viviane, no entanto, não confirma que o seu grande dia será transmitido em rede nacional:
— Não sei se vai ter “Faustão”, a gente ainda vai ver como vai ser...
Se a cobrança pelo casamento é rotina na vida dos dois, juntos há dez anos, o mesmo já acontece sobre a chegada do primeiro herdeiro.
— Não fico grilada com o que as pessoas pensam e falam. O que importa é o que eu quero. E essa questão de filho não depende só de mim. Eu já tentei e não aconteceu. Se não acontece de um jeito, vai acontecer de outro. Radamés já falou em adotar. Estamos tranquilos em relação a isso — garante.
O passar do tempo, inimigo da maioria das mulheres que adia a maternidade, também pode ser um aliado. Viviane que o diga:
— Não me trocaria por duas “Vivis” de 20 anos. Estou num período ótimo aos 41, trabalhando e feliz. Curti todas as fases da minha vida, então não busco a juventude eterna. Até faria plástica uma dia, mas ainda não é um assunto em que eu pense.
Nem precisa, diriam os seus súditos. A beleza da atriz, aparentemente imune ao passar dos anos, é enaltecida por homens e mulheres por onde ela passa.
— Sou cantada, mas não é aquela coisa do tipo “Quero sair com você!”. As pessoas sabem do Radamés e não chegam na cara de pau para me dar mole, no máximo passam um recadinho que alguém quer me conhecer. Mulher é até mais atirada do que homem. Falam que eu sou muito gostosa. Eu acho o maior barato receber cantada de mulher — diverte-se.
Viviane Araujo se entristece só de pensar que um dia vai deixar de ser rainha de bateria
Viviane Araujo se entristece só de pensar que um dia vai deixar de ser rainha de bateria Foto: Marcelo Theobald / Extra - Canal Extra
Até quando não há desejo sexual em jogo, as mulheres assediam mais Viviane do que os homens:
— Meu público é muito mais feminino, acho que por conta da minha história de batalha. De alguma forma, motivo as mulheres a irem à luta, conquistarem seu espaço. Elas veem o meu exemplo de que “vim, vi e venci”. É legal saber que sou uma referência, mas existe o peso dessa responsabilidade. Tento orientar as meninas que se espelham em mim, falo da importância de ter caráter e de batalhar pelo que se quer, sempre.
Seguir seu caminho de cabeça erguida, independentemente do que os outros vão pensar, é outra lição que a atriz aprendeu e faz questão de passar adiante. Se foi discriminada quando fez sua primeira novela, “Império” (2014), ela garante que nem reparou.
— Não vi ninguém fazendo ou dizendo alguma coisa com que eu pudesse me sentir excluída, discriminada, mas acredito que pode ter acontecido algo nesse sentido. Não me importo, não estou nem aí. Podem falar o que quiserem, estou aqui. E, se Deus quiser, estarei na próxima novela do Aguinaldo (Silva) — torce, referindo-se ao autor que lhe deu seu papel de estreia na teledramaturgia, a manicure Naná.
A fama de guerreira não é infundada, mas Viviane não é exatamente a fortaleza que aparenta:
— Não sou tão forte assim, choro à beça. Mas sou perseverante, decidida, e sei o que eu quero. Isso tudo me torna essa mulher corajosa, mas também tenho as minhas fraquezas. Às vezes, acho que o mundo vai acabar. Mas sempre passa! — frisa.
Viviane é resultado da soma de tudo o que viveu até aqui:
— O que passei de bom e de ruim foi engrandecedor para a minha vida. Tudo é aprendizado e tem um porquê de acontecer. Se você está passando por uma situação que não é legal hoje, lá na frente vai entender a causa de isto ter acontecido. Tenho orgulho de tudo o que conquistei e sei que ainda tenho muito o que conquistar.


Leia mais: http://extra.globo.com/tv-e-lazer/viviane-araujo-comemora-10-anos-no-salgueiro-dispara-na-avenida-me-sinto-poderosa-20943191.html#ixzz4ZDXWYnaL

'Eu quero meus dois cones e minha viatura...' - "Peixoto' viraliza na internet

Gravação de origem não identificada sugere recado de PM a colega de farda contra movimento de mulheres e parentes de policiais em batalhões

Viral no Whatsapp inspira fantasia para o carnavalReprodução Internet
Rio - Depois do Capitão Nascimento e do Capitão Fábio, personagens dos filmes "Tropa de Elite", agora é a vez do PM Peixoto, ou melhor, seu interlocutor e colega de farda não identificado viralizar na Internet com frases de efeito que têm tudo para virar memes do tipo "Pede pra sair".
A gravação parece ser uma mensagem de voz no WhatsApp de um policial inconformado com a ideia de parentes de PMs protestarem na porta de batalhões e impedir a saída de viaturas para policiamento.
Parece.
Como muitos áudios e vídeos que circulam no WhatsApp, a conversa com Peixoto pode ser ficção, obra de um humorista em busca de projeção nas mídias sociais, ou apenas mais um gaiato.
Por meio de nota, a assessoria de comunicação disse não poder comentar um áudio de procedência desconhecida.
A voz da gravação pede a Peixoto que não distribua no grupo um chamado para a paralisação e justifica seus gastos com a família e suas fontes de renda extra-oficiais.
"Peixoto, veja bem, veja bem. Tu acha que minha mulher vai ficar na porta do meu batalhão pra deixar eu não sair pra trabalhar? Peixoto, é R$ 120 a escova da nêga (sic). Toda sexta-feira tem que deixar".
Em seguida, a voz não identificada explica por que seus filhos não participariam de protestos: "Peixoto, o mais velho pediu um tal de x-box. Cada jogo é 130 cruzeiro (sic)!"
Contrário aos protestos das famílias de PMs — que reivindicam pagamentos de salários atrasados e décimo terceiro —, o interlocutor de Peixoto afirma que não pode perder seu atual posto de trabalho, como teria ameaçado seu comandante aos que aderissem ao movimento.
"Já falei pro comandante: Comandante, não esquenta a cabeça com meu salário, não esquenta a cabeça com meu décimo terceiro. Sabe o que eu quero? Eu quero meus dois cones e minha viatura."
A julgar pela repercussão nas redes sociais, o meme do Peixoto promete bombar neste carnaval. Já circula nos grupos de WhatsApp foto de uma camisa que mostra um homem de farda e quepe pretos com uma viatura e dois cones de trânsito, acompanhados de uma citação ao amigo do Peixoto. Até um funk foi criado misturando as frases e efeitos de música eletrônica e batidão.
Realidade ou ficção, como os "Tropa de Elite", a mensagem para Peixoto é um triste retrato da banda podre da polícia, que se aproveita de suas prerrogativas para aumentar a renda por meios extra-oficiais.