20 de janeiro de 2018

Macaé: Traficantes do Lagomar postam mais funks fazendo apologia de sua facção


Projeto Social Sereia 2018, tem participação recorde em Rio das Ostras.


Quem viu, vale a pena rever e quem não viu vai achar lindo - EXPEDIÇÃO DE CAIAQUE Macaé a Rio das Ostras


Vigilantes patrimoniais atuam nas escolas de Rio das Ostras no início do ano letivo

Quando o ano letivo começar na Rede Municipal de Rio das Ostras, em 5 de fevereiro, um grupo de vigilantes patrimoniais vai estar atuando para apoiar a segurança das 45 unidades de ensino. A Ronda Escolar, ação já realizada pela Guarda Municipal, terá continuidade, auxiliando na entrada e saída dos alunos e na travessia das ruas.

A equipe de 100 vigilantes patrimoniais contratados pela Secretaria de Educação, Esporte e Lazer participou na quinta e sexta-feira, dias 18 e 19, do curso de capacitação. Realizado no auditório da Escola Municipal Francisco de Assis Medeiros Rangel, o curso incluiu palestras da Guarda Municipal, Polícia Civil e técnicos da Educação.



Na abertura do curso, o secretário de Educação, Esporte e Lazer, Cezar Santa Ana, lembrou aos novos servidores que eles são importantes no processo pedagógico. “A partir do momento em que ingressam na comunidade escolar, vocês se tornam educadores que orientam os alunos com seus exemplos e ações”, afirmou.

Durante o curso, os vigilantes patrimoniais foram orientados sobre as suas funções e as atribuições que competem à Guarda Municipal e às Polícias Civil e Militar. Também receberam informações sobre o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e o funcionamento das escolas.

Instituto de Previdência de Rio das Ostras estuda investimentos para 2018


O presidente do OstrasPrev – Instituto de Previdência de Rio das Ostras, Luciano Macário, recebeu na última quarta-feira, 17 de janeiro, a visita dogerente regional de investidores corporativos da Caixa Econômica Federal de São Paulo, Vinícius Borini, para uma apresentação de novos produtos para investimentos dos recursos da instituição.

O presidente Luciano Macário convocou o Conselho de Investimentos, formado pelo diretor administrativo, financeiro e de investimentos, Leonardo Rosa, e os presidentes dos Conselhos Fiscal e de Previdência, Idelanir Machado e  Valéria Pinheiro, respectivamente, para acompanhar a reunião.



O gerente da CEF apresentou as perspectivas de mercado para 2018 e orientou sobre os investimentos. “Este é um ano de muita indecisão, porque o mercado depende das decisões políticas, por isso a indicação que fazemos é que os investimentos sejam conservadores para proteger o patrimônio do Instituto”, disse Vinícius.

Depois da apresentação de algumas possibilidades de investimentos, o presidente Luciano Macário falou um pouco da política adotada no OstrasPrev. “Nossa política de investimento é definida com os membros dos conselhos e é  sempre conservadora, porque não podemos expor o patrimônio líquido do Instituto. Este ano não será diferente. Já sabemos que 2018 continuará sendo difícil para a economia do País e vamos administrar com muita cautela”, disse.

O OstrasPrev atingiu este mês de Janeiro o patrimônio líquido de mais de R$ 400 milhões, resultado de uma gestão responsável e transparente.

Nosso clipe de hoje: The Kooks - Bad Habit


Teatro Popular de Rio das Ostras apresenta espetáculo sobre conflitos humanos neste sábado

O palco do Teatro Popular de Rio das Ostras recebe o espetáculo “Diversos” neste sábado, dia 20 de janeiro, às 20h. O drama fez parte da programação da  Mostra Emart - Escola de Arte Maria José Guedes, realizada em Macaé em novembro de 2017.

A peça é o trabalho de culminância das aulas da atriz Cláudia Byspo com seus 21 alunos de três turmas e cinco atores convidados. É um drama que trabalha com o encontro dos universos humanos abrigados na confusão social de um lugar chamado Brasil. Várias histórias se encontram e se desencontram riscando temas que permeiam a existência do povo brasileiro. Pedofilia, estupro, tráfico, religião, machismo, homossexualismo, amizade, traição e violência levam os personagens do amor ao ódio, da crueldade à inocência, da loucura à sanidade, da memória ao patrimônio, da dor à pátria.



A dramaturgia de “Diversos” nasceu de uma construção coletiva: atores e direção, com aproveitamento de letras musicais e texto do dramaturgo Marcelo Athaualpa.

O espetáculo tem apoio cultural da Fundação Rio das Ostras de Cultura e Prefeitura Municipal.

Serviço
Espetáculo “Diversos”
20 de janeiro – 20h
Teatro Popular de Rio das Ostras (Av. Amazonas , s/nº - Centro. Tel.: (22) 2764-1703)
Ingressos R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)
Classificação 14 anos

Se você está com calor, imagine encontrando com a Marcela Câmara na praia assim.... (fotos)

Resultado de imagem para marcela camaraImagem relacionadaImagem relacionadaResultado de imagem para marcela camaraResultado de imagem para marcela camaraResultado de imagem para marcela camaraImagem relacionada

Ecstasy: Saiba o que compõe essa droga que faz sucesso nas raves

Um levantamento feito em 2012 pela Superintendência da Polícia Técnico-Científica de São Paulo em parceria com a Fapesp revela que apenas 44,7% das drogas sintéticas apreendidas no Estado de SP no último ano continham o princípio ativo do ecstasy, o MDMA. E foi verificado que a metanfetamina está em 22% do que foi apreendido como ecstasy.
 
Levantamento, realizado entre 2011 e 2012

Outras 20 substâncias foram encontradas, algumas delas presentes em remédios de emagrecimento. e em anestésicos de uso veterinário, como a Ketamina, além de vários tipos de anfetaminas. Todos os comprimidos têm a mesma embalagem visual do ecstasy -a cor, o formato e os logotipos variados como a maçã da Apple, a cara do ET ou o símbolo da Calvin Klein.
Para efeito de comparação, em 2004, 25 amostras foram analisadas em uma pesquisa da USP (Universidade de São Paulo), e 84% continham MDMA, em maior ou menor concentração. Em 2009, outro estudo, feito no laboratório da superintendência, mostrou que todas as amostras daquele período continham MDMA.
O autor do estudo, o perito criminal José Luiz da Costa, do Núcleo de Exames de Entorpecentes da Polícia Científica, e presidente da Sociedade Brasileira de Toxicologia disse em entevista:
“Anteriormente dizíamos que eram comprimidos de ecstasy, mas os resultados mostram que metade dos comprimidos não possui o MDMA em sua constituição”
Os resultados evidenciam que a composição das drogas sintéticas vendidas no Estado de SP é extremamente variada, assim como o nível de concentração de substâncias. Mas esta realidade não é diferente em 2017, não só no estado de SP mas em todo Brasil, devido ao crescente aumento na organização de eventos que reúnem grande número de pessoas, muitos destes usuários recreacionais de psicoativos. E com isso também o aumento no número de casos de intoxicações e óbitos.
“As pessoas vão à balada e não sabem mais o que estão tomando. Há comprimidos em que a concentração da substância ativa chega a ser cinco vezes superior à dose presente em medicamentos comerciais”
De acordo com o psiquiatra Dartiu Xavier, do Programa de Orientação e Atendimento a Dependentes da Unifesp (Proad), a pesquisa de Costa atesta algo que já se vinha observando nos prontos-socorros. “Antigamente, era tudo ecstasy. Mas de uns anos para cá começamos a notar a diferença. Algumas pessoas tomam a pílula e passam muito mal. Aparecem com quadros de hipertensão, arritmia e até infarto ou derrame. Ora, esses não são sintomas do ecstasy.”
 
3,4-Metilenodioximetamfetamina (MDMA), vulgarmente conhecida como “ecstasy ou bala”, é uma substância psicoativa utilizada principalmente como droga recreativa.
À medida que essa dificuldade foi crescendo, surgiram formas de identificar a composição dos comprimidos e contornar o perigo de tomar uma bala adulterada.
1- REAGENTES
Tornou-se comum em outros países usar reagentes para testar a composição das amostras. Os testes servem não só para ecstasy, mas para a maioria das substâncias disponíveis no mercado negro, onde não existe controle da qualidade dos produtos.
No que concerne a análise das substâncias, existem algumas formas gerais de testagem de drogas. Algumas mais simples, como os reagentes colorimétricos e outras mais complexas, como os diferentes tipos de cromatografia. Os testes colorimétricos são reagentes que podem ser pingados na substância e que permitem identificar a ausência ou presença de uma determinada substância. Desta forma, o uso de testes colorimétricos pode ser identificado, na prática, como uma ação de minimização dos riscos e de redução de danos, seja praticada pelo próprio usuário, seja praticada por um redutor de danos. O uso dos testes é, aparentemente, simples e não requer grandes conhecimentos técnicos, motivo que tem levado à sua popularização.
Na prática, não é tão simples. Existem muitos reagentes que podem ser utilizados para diferentes substâncias e pode ser necessário usar mais de um teste para conseguir um resultado razoavelmente preciso. Ainda assim, os reagentes não identificam a pureza da substância; tampouco sua composição, isto é, um reagente pode identificar se há ou não MDxx na bala, mas não pode dizer se, em conjunto com o MDxx, há um ou mais adulterantes. A título de informação, quando é escrito: MDx ou MDxx é sinalizado que se trata de uma metilenodioxi, no entanto, não há possibilidade de dizer se é o famoso MDMA (metilenodioximetanfetamina) ou outro composto como o MDA, MDE, etc.
Infelizmente, as adulterações são mais comuns do que se imagina. Portanto, para uma melhor compreensão deste tópico sugerimos a leitura do texto – “Testando as balas e os MDs – Portas da Percepção” (http://hempadao.com/testando-as-balas-e-os-mds-portas-da-percepo/).
2- SITES DE IDENTIFICAÇÃO
A maioria dos comprimidos de ecstasy que se encontram por aí têm logos e desenhos estampados na sua superfície, assim como formas e cores diferentes. É possível usar tais parâmetros para separar as “balas boas” das “balas ruins”.
Para isso, existem diversos sites que disponibilizam listagens com fotos dos comprimidos e suas composições, baseadas em testes e relatos de usuários:
O Pill Reports é um banco de dados de comprimidos baseado tanto em relatos de usuários como em análises com reagentes. A listagem é dividida por regiões – África, Ásia, Austrália e Nova Zelândia, Europa, Oriente Médio, América do Norte e América do Sul.
Qualquer usuário pode adicionar comprimidos ao banco de dados através dos seguintes parâmetros:
  • nome do comprimido
  • logo
  • cor/formato
  • altura, largura e peso
  • textura e bordas
  • região em que foi encontrado
  • se foi testado com reagentes
  • composição provável
  • avaliação (MDxx baixo-alto; adulterado; inativo; desconhecido)
Também é possível adicionar uma foto e um relato da experiência, caso o usuário já tenha tomado o comprimido. O site também permite comentários e avaliação do relatório por outros usuários.
Lançado em 2001, o EcstasyData.org tem um laboratório que analisa e divulga os resultados dos comprimidos testados. Além de fazer os próprios testes, também divulga os resultados de testes de outras organizações. É possível enviar amostras para eles analisarem, com o custo de US$ 40. Os testes são feitos por espectrometria de massa, permitindo descobrir com precisão cada substância presente nos comprimidos. É um programa independente de testagem de comprimidos em laboratório administrado pelo Erowid Center, com suporte da Isomer Design e DanceSafe. O objetivo é coletar, revisar, gerenciar e publicar resultados de testes laboratoriais do laboratório e de outros projetos de análise em todo o mundo.
* Os Resultados dos Testes, com características das amostras e locais do  envio, estão disponibilizados e atualizados sistematicamente pelo site.
Neste site o “drug checking” fornece avisos a respeito de comprimidos adulterados ou com quantidade alta de MDMA. A checagem de drogas é um dos quatro pilares das políticas de drogas na Suíça, e o serviço é oferecido pelo departamento social da cidade de Zurich, que analisa os comprimidos e divulga os resultados através do site. O site está em língua alemã, mas dá pra entender as informações principais.
Não há garantia de que a bala/comprimido de ecstasy, com a mesma logo, contenha as mesmas substâncias. Há pessoas utilizando prensas (de produção) já utilizadas em outras balas, apreciadas pelo público, com fins de valorizar seu produto. Com isso, comprimidos com a mesma aparência podem conter substâncias diferentes, de forma que a testagem é sempre recomendada.
Para concluir, a partir destes dados podemos afirmar que os graves problemas de saúde causados pelas drogas recreacionais se devem, principalmente, a inexistência de controle de qualidade no mercado ilegal. Pois, certamente, a falta de pesquisas com dados da nossa realidade, e políticas de cuidados na área da saúde, são um reflexo da (pseudo)ciência da guerra às drogas.

Policial militar é encontrado morto dentro de carro na RJ-106

Policial Patrick Batista Lopes foi encontrado morto dentro de carro na RJ-106Um policial militar foi encontrado morto dentro de um carro, na noite desta quinta-feira, na RJ-106, na altura de Várzea das Moças, em Niterói, na Região Metropolitana. De acordo com a polícia, Patrick Batista Lopes, que trabalhava na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do São Carlos, estava com um coldre na cintura.
Ele é o 7º PM assassinado no estado em menos de um mês de 2018. Até o momento, não há informações sobre o motivo do crime e nenhum suspeito foi preso. A Delegacia de Homicídios da Capital (DH) está investigando o caso.

Bloco de carnaval de SP faz apologia a tortura e torturadores

Bloco Porão do DOPSSão Paulo - O Ministério Público de São Paulo abriu investigação contra o bloco carnavalesco "Porão do Dops". O procedimento preparatório de inquérito (PPIC) foi aberto na última terça-feira, e alega, entre outros crimes, a apologia à tortura.
Com evento no Facebook, o bloco está marcado para sábado de carnaval. Na descrição do evento é possível ver reverência à opressão. "Haverá cerveja, opressão, carne, opressão, marchinhas opressores". Com alusão à tortura e reverência ao comandante coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra do DOI-CODI - conhecido torturador - o MP pede a abertura de um inquérito policial e que o grupo pare a divulgação do evento.
O documento afirma que o problema do bloco não é a sua existência em si, visto que a Constituição garante o direito à liberdade de expressão. "O excesso que deve ser coibido e que viola direitos fundamentais se relaciona à divulgação e à apologia da tortura, que se expressa, dentre outras maneiras, na nomenclatura do bloco, que exalta o espaço físico onde a Comissão Nacional da Verdade apontou que aconteciam sessões de tortura contra opositores ao Governo Militar", diz a portaria, assinada pelos promotores Beatriz Budin e Eduardo Valério.
Segundo o portal do Ministério Público, a Promotoria de Justiça de Direitos Humanos instaurou procedimento ao avaliar que a divulgação do evento viola os princípios da denominada Justiça de Transição (conjunto de medidas jurídicas, políticas, culturais e administrativas que visam à consolidação do regime democrático a partir das experiências históricas vividas no regime de exceção política), afronta os direitos à verdade e memória, enaltece a prática reiterada de tortura durante o período militar no Brasil, além de promover a apologia do crime de tortura.
Em nota divulgada pelo Direita São Paulo, o movimento critica o MP que estaria cerceando a liberdade" deles. O texto manda ainda os promotores irem para a Venezuela.

Após toda a repercussão do caso, a comissão do bloco optou por mudar e privar o local do evento, só divulgando para quem preencher um formulário e pagar pela entrada. Eles alega que assim a segurança estaria controlada.

Musa do Carnaval paulista comemora mais um título no fisiculturismo. Fotos!

Resultado de imagem para fisiculturista e personal stylist Priscila Santtana,São Paulo - A modelo, fisiculturista e personal stylist Priscila Santtana, considerada a musa mais sarada do Carnaval de 2017 após dar um show como madrinha de bateria da Unidos do Peruche de São Paulo, conquistou o segundo título consecutivo do Campeonato Sul Brasileiro, torneio de fisiculturismo em nível nacional que foi realizado em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, em dezembro.
Resultado de imagem para fisiculturista e personal stylist Priscila Santtana,Resultado de imagem para fisiculturista e personal stylist Priscila Santtana,Resultado de imagem para fisiculturista e personal stylist Priscila Santtana,

19 de janeiro de 2018

Rio: CHEFÃO DO CV É EXECUTADO POR SUSPEITAS DE TRAIÇÃO NA GUERRA DA CIDADE ALTA


Rio das Ostras: Parque dos Pássaros recebe mais uma exposição de arte

Mostra traz fotografias de paisagens da cidade

Pelo Projeto Natureza e Arte, a Secretaria de Meio Ambiente, Agricultura e Pesca de Rio das Ostras promove mais uma exposição de arte no Parque dos Pássaros. Intitulada “Rio das Ostras, Céus e Mares”, a mostra traz o trabalho do fotógrafo Franklin Barroso. A exposição será aberta ao público neste sábado, dia 20.



O fotógrafo Franklin Barroso é um carioca que, por meio de sua câmera, busca eternizar de uma forma bem natural e espontânea momentos fraternos que envolvem a família.

Seus motivos preferidos sempre foram álbuns de casamento, bebês, debutantes e outras datas, mas após conhecer Rio das Ostras há alguns anos, Flanklin ganhou inspiração para fotografar as belas paisagens da cidade, explorando assim um novo produto de trabalho.

Nesta exposição, lindas praias, céus e mares foram os seus alvos e renderam belas imagens, que agora ele divide com moradores e turistas na Galeria Léa Pimentel, no Parque dos Pássaros, até o dia 25 de fevereiro. O horário de visitação é de terça-feira a domingo, das 9h às 16h.

O Parque dos Pássaros fica no final da Rua Petrópolis, s/nº, no Jardim, Marilea.   

Rio das Ostras inicia pré-matrículas para novos alunos na próxima semana

A pré-matrícula na Rede Municipal de Ensino de Rio das Ostras será realizada na semana de 22 a 26 de janeiro pelo Portal da Educação, no endereço eletrônico www.riodasostras.rj.gov.br/educacao. A segunda-feira, dia 22, das 9h às 20h, é reservada exclusivamente ao cadastro de alunos com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades / superdotação. Entre às 9 horas da terça, dia 23, e às 23h59 da sexta, dia 26, podem se inscrever todos os alunos, incluindo as pessoas com deficiência.


Estão sendo oferecidas vagas de Educação Infantil (creche IV e Pré-Escola) e Ensino Fundamental (Regular e EJA - Educação de Jovens e Adultos). É importante ficar atento à exigência da idade mínima para cada modalidade. Para a Creche I são aceitos alunos de 3 anos de idade, Pré I, 4 anos, Pré II, 5 anos e 1º ano do Ensino Fundamental, a partir de 6 anos, todos completados até 31 de março de 2018. Quem desejar ingressar na modalidade EJA deve ter a partir de 15 anos de idade.
No momento do cadastro no Portal da Educação, serão solicitadas as seguintes informações: nome completo do candidato; data de nascimento e demais dados do registro de nascimento; sexo; estado civil; nacionalidade; naturalidade; endereço completo; telefone fixo e móvel, se possuir; endereço eletrônico, se possuir; nome da mãe e/ou do pai; nome do responsável legal; número do RG e CPF do responsável legal; deficiência do candidato, quando houver; rede escolar de origem ou se nunca estudou; ano de escolaridade, fase da Creche ou fase da Pré-Escola, a ser cursado; modalidade: Regular ou Educação de Jovens e Adultos; unidade escolar pretendida.
Quando o cadastro no Portal da Educação for concluído, será gerado um protocolo de encaminhamento para que o interessado efetue sua matrícula na escola selecionada no ato da inscrição. Os responsáveis ou alunos, quando maiores de idade, devem comparecer a unidade de ensino escolhida no prazo de dois dias úteis; o não cumprimento do prazo determinado acarretará na perda da vaga. O turno e a turma do aluno serão definidos pela escola, no ato da matrícula.
No Portal da Educação está disponibilizada a Resolução Número 10/208, que estabelece as normas e procedimentos para o ingresso de novos alunos, incluindo a listagem de documentos que devem ser apresentados na matrícula. A Resolução também foi publicada na edição número 913 do Jornal Oficial, publicada em 17 de janeiro. No caso de dúvidas, o interessado deverá ligar para o telefone 2771-8441 ramal 210.
A partir do dia 5 de fevereiro, às 9h, estarão reabertas as pré-matrículas no Portal da Educação para os candidatos que perderam a vaga e para os que não efetuaram a inscrição no período estabelecido.

Rio das Ostras entra na campanha contra Hanseníase

“Janeiro Roxo” chama a atenção para identificação de sinais e sintomas e tratamento da doença

Marcando o Dia Mundial de Luta contra a Hanseníase, celebrado no último domingo de janeiro (este ano, dia 28), a Secretaria de Saúde de Rio das Ostras promove uma programação para esclarecer a população sobre a doença. As atividades começam dia 25 e no domingo, 28, equipes estarão na Praça José Pereira Câmara, entre 9h e 16h.


Nos dias 25, 26 e 31, os profissionais de saúde estarão no Centro de Saúde da Extensão do Bosque conversando com os pacientes sobre a hanseníase. O objetivo da campanha é esclarecer a população sobre sintomas desse mal (antes conhecido como lepra), para que os casos possam receber o atendimento ideal de saúde.

A Secretaria de Saúde também vem capacitando os profissionais da Rede Municipal para garantir que os pacientes com sinais da doença sejam encaminhados ao atendimento especializado.

JANEIRO ROXO – Com objetivo de chamar a atenção para a doença, criou-se o Janeiro Roxo, com o ideal de reforçar o compromisso do Brasil de controlar a hanseníase, promover o diagnóstico e o tratamento corretos, além de difundir informações e desfazer preconceitos que tanto prejudicam o diagnóstico preventivo.

Em Rio das Ostras será montada um tenda na Praça José Pereira Câmara, no dia 28. As equipes também vão distribuir material informativo e conversar com os banhistas na Orla do Centro. Os profissionais vão vestir camisas roxas para lembrar o mês que marca a campanha.

PROGRAMA - Caso o morador identifique manchas suspeitas na pele, com perda de sensibilidade, deve procurar o posto de saúde mais próximo de sua residência para atendimento. Se for necessário, o paciente será encaminhado para a unidade de referência do Programa Municipal de Hanseníase, o Centro de Saúde da Extensão do Bosque.

O Programa conta com equipe multidisciplinar, formada por médico, enfermeiros e técnicos de enfermagem, visitador sanitário, assistente social e fisioterapeuta.

Meio Ambiente reafirma parcerias para 2018 em Rio das Ostras

Reunião foi realizada nesta quarta-feira, dia 17, no Cedro

O Centro de Educação Ambiental de Rio das Ostras – Cedro realizou nesta quarta-feira, dia 17, uma reunião com representantes de empresas e instituições do município a fim de reafirmar parcerias para o ano de 2018. O encontro aconteceu na própria unidade, situada em Nova Esperança.

Durante a reunião, a coordenadora da Educação Ambiental em Rio das Ostras, Uellem Bilro, fez uma apresentação sobre ações, projetos e todo o trabalho que pode ser propagado neste novo ano.




Dentro das ações desenvolvidas, mais de cinco mil pessoas foram atendidas no município em 2017. Um dos projetos citados foi o de realização de palestras de sensibilização junto a uma das empresas parceiras, que atendeu cerca de 600 alunos da Rede Municipal de Ensino, que conheceram a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE, o Aterro Sanitário da cidade e o próprio Cedro.

De acordo com Uellem, a ideia foi mostrar o quanto caminharam no trabalho desenvolvido em Rio das Ostras. A Educação Ambiental passou por novos ajustes no ano passado, em que deram continuidade a algumas ações existentes e acrescentaram outras que foram fundamentais nesse crescimento.

“Um dos pilares para nossas mudanças é a Política Nacional de Resíduos Sólidos, a qual foi pedida pelo nosso secretário de Meio Ambiente que fosse incluída como base principal no Cedro, ou seja, a responsabilidade que cada um de nós temos com o "lixo" que geramos. Foi um ano com muitas dificuldades,  mas graças aos parceiros pudemos fazer um trabalho de excelência para população e hoje foi dia de comemorar e reafirmarmos as parcerias para 2018”, destacou.

CONSCIENTIZAÇÃO – Para a coordenadora pedagógica da Secretaria de Bem Estar Social, Andréa Vasconcelos, que participou do encontro, a atual situação ambiental determina uma sociedade mais crítica e participativa, por isso é de grande importância o fortalecimento de parcerias, com representantes de vários segmentos, dos setores público e privado.

Ela acredita que a educação ambiental pode mudar hábitos, transformar a situação do planeta e proporcionar uma melhor qualidade de vida para as pessoas. “O trabalho que o Cedro realizou com adolescentes do nosso Centro Integrado de Convivência em 2017 teve sua relevância atribuída na conscientização, na importância das futuras gerações entenderem a garantia da sustentabilidade do planeta, através da preservação ambiental. Tenho muito que agradecer a essa parceria”, completou.

O secretário de Meio Ambiente de Rio das Ostras, Ivan Noé Antunes, acrescentou que a Educação Ambiental é uma ferramenta fundamental para o desenvolvimento consciente sobre essas questões, que vem formar cidadãos responsáveis na relação com o meio ambiente, despertando para a preservação e cidadania.

“Nosso objetivo é que sejamos agentes multiplicadores e através de parcerias isso se fortalece ainda mais. O trabalho que temos é oferecer possibilidades de entendimento quanto à interação com o meio que vivemos. E para este ano, esperamos que novas ações e parcerias sejam seladas, garantindo melhor qualidade de vida para todos”, concluiu.  


Prefeito de Rio das Ostras busca apoio em Brasília para caso de erosão no Abricó

Carlos Augusto apresentou um estudo sobre impactos na localidade ao ministro da Secretaria de Governo  

Como muitos sabem, moradores da Praia do Abricó em Rio das Ostras vivem hoje uma realidade muito difícil por conta da erosão e avanço do mar. Nesta quarta-feira, dia 17, o prefeito Carlos Augusto Balthazar esteve em Brasília para buscar apoio junto ao Ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun, a fim de resolver o problema. Na ocasião, ele levou um pedido de cooperação técnica e repasse de verbas para a recuperação da Orla, no trecho que vai da Praia da Tartaruga à do Abricó. O prefeito também apresentou ao ministro um estudo sobre os impactos da erosão na região.


Segundo o mestre em Geologia, Daniel Fernandes, que elaborou sua tese de mestrado justamente em cima do avanço do mar em Rio das Ostras, o problema é muito complexo e tem como origem vários fatores, que vão desde a construção da barragem de Jurtunaíba, no Rio São João, entre os municípios de Silva Jardim e Araruama, passando pela ação do homem em todo trecho do corpo hídrico, à ocupação desordenada da foz em Barra de São João, incluindo ainda as características geográficas da grande enseada localizada entre Rio das Ostras e Búzios.

Com base nesse estudo elaborado pelo geólogo, a solução definitiva para o problema só será possível com a participação direta dos Governos Federal e Estadual, disponibilizando apoio técnico e financeiro aos municípios de Rio das Ostras, Casimiro de Abreu, incluindo Barra de São João, e Búzios. 

“O engordamento da praia e a construção de barreiras no mar para reduzir a energia das ondas que atingem a orla dessa região são fundamentais, além de ações de recuperação ambiental no Rio São João e sua foz,” ressaltou Daniel.

De acordo com Carlos Augusto, ele pediu esse apoio para a recuperação dessa área, visto que atualmente o município não dispõe de recursos para realizar a obra. O prefeito disse que o ministro se mostrou sensível à urgência de se resolver o problema e se comprometeu em colocar o caso na pauta do Governo Federal.

“Vamos buscar incansavelmente a solução para este problema junto ao Governo Federal. Caso não tenhamos êxito pela via política em curto prazo, acionaremos judicialmente a União e o Estado para que cumpram com suas obrigações”, pontuou. 

MEDIDAS REALIZADAS - O prefeito de Rio das Ostras ainda deixou claro que as medidas preventivas que cabem ao município estão sendo tomadas desde o início de sua gestão e que, no final do ano passado, foi sancionada uma lei isentando os moradores das propriedades atingidas na localidade do pagamento do IPTU.

Também de acordo com o coordenador da Defesa Civil do município, Werther Albuquerque, a situação da orla entre as Praias da Tartaruga e Abricó piorou muito em virtude da falta de implementação de medidas preventivas nos últimos anos. 

“A desobstrução de bueiros e das redes de drenagem só voltou a acontecer rotineiramente no inicio do ano passado, o que acabou colocando em risco, inclusive, um trecho da Avenida Amaral Peixoto”, registrou.


Rio das Ostras: Projeto Circo na Concha tem quatro atrações neste fim de semana

De sexta a domingo quatro companhias se apresentam em Rio das Ostras

O projeto Circo na Concha, que tem o apoio da Fundação Rio das Ostras de Cultura, apresenta quatro companhias circenses diferentes neste fim de semana, de sexta, 19, a domingo, 21 de janeiro. A criançada têm aplaudido de pé as apresentações que acontecem no palco da Praça São Pedro, no Centro.

A Cia Das Dores Circo Teatro, realizadora do projeto, apresenta o espetáculo “La Bamba” todos os dias e sempre recebe companhias convidadas. A atração fala sobre a praia, suas diversas possibilidades de encontros e surpresas. Um salva-vidas e uma banhista imersos nos anos 50 armam grandes confusões com atividades cotidianas na praia. O protetor-solar, o banho de mar, o piquenique, tudo isso vira palhaçada. Alguns números circenses ganham destaque dentro da composição do enredo como a acrobacia em duo, o malabarismo e o equilibrismo.





Na sexta-feira, 19, a convidada é a Cia Chirulito, que apresentará às 20h “Cantigas, Cantirolas e Palhaçadas”, um espetáculo recheado de cantigas, versos, prosas, bonecos e brincadeiras tradicionais do nosso povo. A plateia é chamada a interagir com os atores em cena que contarão com a
participação especial das palhaças Violeta, Morena e Jabuticaba (Cia Volta Seca, de Goiás).

Já no sábado, 20, a noite também começa super divertida com “La Bamba”, e em seguida, às 21h, a Cia Das Dores encena “Varietê Das Dores”, que reúne diversas linguagens presentes no circo tradicional como: a música, o equilibrismo, malabarismo, portagens e números cômicos com os palhaços Bambu e Meleca.

E no domingo, 21, após mais uma apresentação de “La Bamba” às 20h, o artista Fabiano Freitas apresenta o espetáculo “O Circo a Céu Aberto”, que resgata para o espaço público a atmosfera poética do encontro, do aplauso e do sorriso. O artista recria números inspirados em esquetes clássicas do palhaço e revela a potência de um “humor em estado puro”.

O Projeto Circo na Concha tem apoio cultural da Fundação Rio das Ostras de Cultura e Prefeitura Municipal

Serviço:
Temporada Circo na Concha
Concha Acustica da Praça São Pedro - Centro

Sexta – 19 de janeiro
20h - Espetáculo Cantigas, Cantirolas e Palhaçadas – Cia Charulito
21h - Espetáculo La Bamba – Das Dores Circo Teatro

Sábado – 20 de janeiro
20h - Espetáculo La Bamba – Das Dores Circo Teatro
21h – Espetáculo Varietê Das Dores – Das Dores Circo Teatro

Domingo – 21 de janeiro
20h - Espetáculo La Bamba – Das Dores Circo Teatro
21h – Espetáculo O Circo a Céu Aberto – Fabiano Freitas

Entrada franca com contribuição consciente ao chapéu